EM FASE FINAL na Avenida Manoel Tavares no bairro Jardim Tavares.
Casa para alugar no bairro Mirante
Apartamento de 78 m², 2 quartos, sendo 1 suíte, no Residencial Maria Luiza, situado no bairro Catolé. Para vender ou alugar.
Todas as unidades vendidas!
EM FASE FINAL na Avenida Manoel Tavares no bairro Jardim Tavares.

Confira as últimas novidades

sexta-feira, Julho 12, 2019

As tendências em geral se renovam a cada ano, e na decoração não poderia ser diferente. Por isso, pedimos a profissionais da arquitetura para eleger 5 apostas  de decoração de casa que você deve ficar de olho.

Pedras naturais

Cada vez mais, itens naturais ganham espaço na decoração de casa, e as pedras devem ser o grande destaque deste ano, conforme conta a arquiteta e urbanista Juliana Rolszt, criadora do perfil @arquicore: “Pedras, como granito e, principalmente, o mármore, estão presentes desde o piso, paredes, bancadas, mobiliários e até em objetos de decoração. Muitas empresas de revestimentos e marcenaria vêm com grandes lançamentos baseados nas pedras”.

Se você costuma buscar referências de decoração no Pinterest, já deve ter notado que o mármore, por exemplo, tem aparecido inclusive em itens que não são de fato de pedra, como capas de almofadas, cadernos e até papéis de parede.

Objetos desse tipo, tornam mais fácil incorporar a tendência na casa nova, já que ela pode vir apenas em detalhes, como mesas laterais, quadros e decoração com quartos e ágatas também, como exemplifica a arquiteta Camila Fleck.  

A grande dica aqui é deixar o item escolhido para ser em pedra em algum lugar de destaque, que favoreça tanto o material quanto o tom dele. A madeira é uma ótima opção para criar contraste e dar mais casualidade ao ambiente.

Menos é mais/Sustentabilidade

“A sustentabilidade é um assunto que está cada vez mais em pauta e em evidência, seria totalmente controverso se nossa casa fosse em direção oposta a isso”, pontua Nicole Gomes de Azevedo, arquiteta da Labluz.

Nesse caso, a dica que ela dá é muito mais funcional do que visual para uma decoração de casa: troque lâmpadas comuns por lâmpadas de Led para diminuir o consumo de energia e ajudar o meio ambiente. “Mas lembre-se de utilizar a temperatura de cor amarela, pois deixará o ambiente mais acolhedor e aconchegante”, finaliza.

Além disso, vale considerar a escolha de itens mais duráveis, como revestimentos e móveis, em uma pegada neutra, sem excessos, assim você não corre o risco de enjoar e evita o descartes desnecessários.

Juliana Rolszt investe a variação de tendências em objetos mais fáceis de serem trocados na decoração: “Roupas de cama, almofadas, mobiliários de pequeno porte e itens pontuais”.

Natureza dentro de casa

Já deu pra notar que a natureza é pauta principal na decoração de casa em 2019, não é mesmo? Com isso, as plantas são presença essencial dentro de casa. “Jardins verticais, hortas, e plantas pendentes (as que ficam “caindo” para fora do vaso) são as principais propostas utilizadas nos atuais projetos”, explica Juliana.  

O melhor é que é possível incluir plantas em absolutamente qualquer estilo de decoração. E se você acha difícil cuidar delas no dia a dia, vale começar por espécies mais duradouras, como cactos e suculentas, até tomar gosto pela coisa e tomar coragem de criar espécies diferentes.    

Para a arquiteta Nicole, as plantas têm o poder de deixar o ambiente mais agradável e quebrar uma possível frieza da décor: “Uma dica que sempre dou é iluminar os vasos e painéis verticais, a luz faz com que a planta ‘cresça’ e realça ainda mais o tom verde ou colorido dela”.

Madeira

A madeira é um elemento atemporal e está presente na decoração de casa há muito tempo. A diferença é que agora ela é protagonista e surge com infinitas possibilidades de uso, reforçando a onda do natural nos ambientes. Segundo Juliana Rolszt, ela tem a característica de “aquecer” e deixar os espaços mais acolhedores.

“Podemos ter [madeira] do piso ao teto, mobiliários e decorações. Além disso, combina com qualquer estilo e tendência”, exemplifica ela, que também destaca uma tendência específica dentro deste leque, a de ripados de madeira. Eles podem ser utilizados em painéis, detalhes de móveis, portas, e muito mais.

O “mix and match” também entra na lista de dicas de como usar a madeira. Vale misturá-la com cimento queimado, tijolinhos, ferro ou as já citadas pedras como mármore e granito para criar contraste e ainda mais destaque.

“Um abajur com base de madeira de demolição e concreto aparente deixa o ambiente super moderninho e descolado”, exemplifica Nicole Gomes de Azevedo, arquiteta da Labluz.

Metais

Para quem curte um estilo de decoração de casa clássico e tons neutros, os objetos metalizados têm tudo para deixar o ambiente mais chique, explica Camila Fleck. Mas eles também conseguem passear pela décor industrial e despojada. Ou seja, versatilidade é o forte desta tendência de 2019.

O metal vem principalmente em itens decorativos, mas em uma variedade de tons para todos os gostos: bronze, rosé, dourado, prata e preto são alguns exemplos.

Já no mobiliário ele marca presença por meio do Metalon, um tubo de aço de carbono com formato quadrado ou retangular, que está presente em muitos projetos atuais em estruturas que se ligam e sustentam madeiras ou pedras. Segundo Juliana Rolszt, além do valor visual, ele tem a vantagem de ser anticorrosivo, antioxidante, leve e bem acessível financeiramente.

 

Inspire-se!

quinta-feira, Junho 6, 2019

Cozinha

  • Pratos ficam perto da mesa e as panelas são mantidas perto do fogão. Setorizar o uso facilita. Xícaras e kits de sobremesa permanecem juntos. É melhor colocar os utensílios do dia-a-dia na parte de baixo e os de visitas na parte de cima do armário.
  • Eletrodomésticos ficam juntos e à vista. Deixar guardado na caixa só atrapalha na hora de preparar qualquer receita. Se o lugar deles for embaixo da pia, fique atento a possíveis vazamentos.
  • A melhor gaveta para talheres é a segunda. Utensílios como facas e pegadores ficam na primeira.
  • Não mantenha mais de 5 quilos na porta da geladeira.

Área de serviço e despensa

  • Balde, sabão e amaciante ficam no armário próximo ao tanque ou máquina de lavar roupa.
  • Outros produtos de limpeza são separados por tipo. Não misture produtos de limpeza com comida.
  • Na despensa, os doces ficam na prateleira de baixo – é mais fácil perceber quando surgem formigas. Produtos novos ficam atrás dos antigos, o que evita que vençam sem ser usados.

Sala

  • É um bom lugar para fotografias. As revistas ficam empilhadas ou no revisteiro. Se não forem de coleção, jogue-as fora periodicamente.
  • Evite colocar muitos objetos pequenos juntos. Dificulta a limpeza. Arrume uma bandejinha para guardar chaves em cima da mesinha. Guarde CDs e DVDs em ordem alfabética.
  • Se receber um fumante em sua casa, ponha um potinho com vinagre para tirar o cheiro do cigarro.

Banheiro

  • A pia deve ficar o mais livre possível. A primeira gaveta é lugar dos acessórios para os cabelos. Mantenha um nécessaire sempre montado se viajar muito.
  • Use cestinhas de vime para separar os objetos por temas – depilação, barba etc.
  • Mantenha pelo menos dois rolos de papel higiênico de reserva. Evita “surpresas” como descobrir que o estoque acabou.

Escritório

  • Tenha pastinhas de cores diferentes para documentos a pagar, contas já quitadas e recibos anteriores.
  • Cada assunto deve ficar em uma pasta diferente: documentos do carro e seguro; exames médicos; garantias e manuais de aparelhos. Tudo pode ser guardado no maleiro.

Quarto

  • Separe as peças por cor. A ordem não importa. O fundamental é que se formem faixas verticais: camisas, casacos e calças pendurados, blusas dobradas em ”montinhos” nas prateleiras e sapatos da mesma cor logo abaixo.
  • Não pendure nada pelo avesso, afinal é essa parte que fica em contato com a pele depois.
  • Nada de colocar roupas envolvidas em sacos plásticos, que não deixam a peça respirar. O melhor é mandar fazer capas de tecido TNT com plástico cristal nas laterais. Coloque, no máximo, duas peças por cabide. As de couro não podem ser dobradas.
  • Cabides cromados não deformam nem oxidam. Custam caro, mas duram muito tempo.
  • Se você sempre usa determinado conjunto, pode guardá-lo no esquema casulo: calça e blazer envolvidos pelo casaco. Como a calça jeans ocupa muito volume, o melhor é dobrá-la em três e guardá-la nas prateleiras.
  • O maleiro pode ser usado para guardar caixas com artigos específicos. Coloque tudo que é de praia junto, por exemplo. O mesmo vale para pashminas, gorros, luvas. O importante é que as caixas sejam revestidas paranão embolorar nem juntar traça.
  • Sapatos que deformam devem ser guardados com fôrmas.
  • Suportes para cinto podem ser usados para colares longos. O ideal é guardá-los na parte interna do armário, e não na porta, o que evita que puxem fio de blusas delicadas.
  • As malas podem ser guardadas embaixo da cama, sobre um suporte que facilite a retirada para limpeza. Para ganhar espaço, cobertores ou roupas de inverno podem ser acondicionados dentro.
  • As bolsas ficam sempre em pé. As menores e as de festa vão atrás, mantendo a ordem de cores.
  • Nas gavetas masculinas: meias sociais podem ser guardadas com as gravatas (dependendo da quantidade e das combinações), enquanto as meias esportivas dividem espaço com as cuecas.

No closet

  • A melhor maneira de limpá-lo é com o aspirador em vez da vassoura. Levanta menos pó. Além disso, passe um pano úmido.
  • Evite o excesso de lustra-móveis. Além de escurecer a madeira, o uso do produto pode ocasionar a perda da garantia em algumas marcas de móveis.
  • Para deixar um cheirinho dentro do armário, é possível colocar bolinhas de cerâmica com gotas de essências (de preferência suaves como jasmim e alfazema).
  • Para retirar a umidade, coloque um saleiro de vidro com tampa de inox e cal virgem dentro. Aposte também em bolinhas de cedro, que absorvem a água e funcionam como repelente natural. Elas não devem ser coloridas nem perfumadas.
  • Se a pessoa tiver uma sapateira independente dos armários, melhor. A profundidade recomendada é de 30 centímetros. Caso contrário, os sapatos podem ser colocados com um pé atrás do outro (em vez de lado a lado), o que facilita a visualização.
  • Para todos os armários vale a mesma regra: tudo o que se usa menos vai em cima.
sexta-feira, Abril 6, 2018

Em época de crise, a gente procura economizar o máximo. Mas sempre surge algum reparo pra fazer. E, quem não gosta de uma casa confortável e com aquele toque de decoração que é a nossa cara?! Por isso, separamos 5 dicas simples para te ajudar a decorar e, o que é o melhor, gastando pouco!

1- Retoque a pintura das paredes: Aproveite para colocar uma cor diferenciada em uma das paredes para que ela seja um ponto focal de decoração.

2- Use e abuse dos quadros: Você pode utilizar quadros e molduras com fotos, pôsters e desenhos espalhados pelos cômodos. Use a criatividade!

3- Faça uso de almofadas: As almofadas ajudam a compor a docoração do ambiente. Além de serem uma opção barata, combinam tanto na decor da sala quanto dos quartos e varanda!

4- Cortinas e persianas: Uma simples mudança  pode trazer cor e organização ao ambiente! Você pode apostar no visual clean ou utilizar estampas que conversem com os demais elementos que decoram o cômodo. 

5- Flores: Algo simples e, muitas vezes, não valorizado é o uso de flores (naturais ou artificiais) para decorar. Porém, um vaso simples em um canto específico da casa, como a mesa de apoio da sala ou, até mesmo, na sala de jantar e criados mudo podem fazer uma enorme diferença. Aposte nesta dica.

quinta-feira, Fevereiro 1, 2018

Uma das coisas que costumam dar bastante dor de cabeça se chama MUDANÇA. Além de ser cansativo faz aqueeeela bagunça! Mas calmaaa! A gente vai te dar aquelas dicas de ouro que vão fazer diferença na hora de se mudar e deixar esse momento mas tranquilo.

1- Em vez de tirar as roupas das gavetas, guardá-las em caixas e depois ter que colocar tudo de novo no lugar, seja prática: coloque as gavetas dentro de sacos plásticos grandes e feche com fita. Você também pode utilizar as malas de viagem, para transportar peças de roupas.

2- Não tire as roupas dos cabides. Coloque-as estendidas dentro de uma caixa ou mala. Depois, é só pendurá-las no lugar certo.

3- Aproveite para fazer uma faxina. Separe roupas e objetos sem uso e encaminhe para doação. A dica também vale para móveis e eletrodomésticos que você não pretende levar para o novo lar.

5- Uma semana antes da mudança, solicite o desligamento de serviços essenciais (telefone, energia elétrica, TV a cabo) na data marcada para a mudança e a transferência para o novo endereço.

6- No dia da mudança, acorde cedo. Passe todas as instruções necessárias para a equipe contratada ou divida as tarefas entre a família. No caso de quem mora sozinho, vale pedir a ajuda dos amigos para carregar o caminhão.

7- Deixe as caixas frágeis por último. Colocá-las por baixo de outras com objetos pesados pode ter um resultado desastroso. Depois de esvaziar toda a casa, verifique cada cômodo para ter certeza de que não está deixando nada para trás.

Com todas as suas coisas bem organizadas no momento da mudança, você e sua família poderão colocar tudo no lugar mais rápido e aproveitar logo o novo cantinho.